Suda51 fala sobre No More Heroes 3 (Switch) e possíveis planos para o futuro da franquia


No próximo dia 27 de agosto, No More Heroes 3 chegará ao Nintendo Switch, colocando o assassino Travis Touchdown contra super-heróis alienígenas em batalhas intergaláticas. Com a proximidade do lançamento, o canal GameXplain entrevistou o diretor do game, SUDA51, que revelou alguns detalhes sobre o desenvolvimento do título e comentou sobre o futuro da franquia.

Já se passaram 11 anos desde que No More Heroes 2: Desperate Struggle chegou ao Wii. Dessa forma, os entrevistadores questionaram se houve mudanças no enredo e no planejamento do terceiro capítulo após tanto tempo. O desenvolvedor disse que pensou em formas de diferenciar seu projeto de outras obras que lidam com super-heróis corrompidos, como as graphic novels Watchman e The Boys. Uma das ideias originais de Suda foi aumentar o número de chefões para 100.

"Eu comecei a pensar em como mexer em alguns detalhes, elementos da história e artifícios que eu queria adicionar ao jogo. Inicialmente, iríamos ter 100 chefões para o jogo. Assim que comecei a entrar nas logísticas disso, percebi que seria muito difícil. Então cortamos para talvez a metade e focamos em outras partes da história, como a criação de mundo." Ao ser perguntado sobre a possibilidade de produzir um jogo estrelado por Shinobu Jacobs, aprendiz de Travis nos games mais recentes, o diretor admite que já teve ideias de realizar um spin-off com a personagem. "Honestamente, eu considerei dar a Shinobu seu próprio spin-off. Outros personagens também, mas Shinobu em particular. No entanto, colocando de forma simples, No More Heroes não é minha IP. A Marvelous detém a maioria da IP e a Grasshopper [Manufacture, desenvolvedora do título] possui uma parte dela. O problema é que nós não podemos fazer o que quisermos com esses personagens, mas todos na Grasshopper estão realmente cientes da importância de Shinobu como uma personagem e ela é até icônica para alguns fãs. Na verdade, seu par com Travis parece que se tornou bem popular. Eu pensei muito em desenvolver Shinobu em diversas maneiras. Mas, devido ao domínio da IP, não posso confirmar algo. Porém, eu ficaria muito feliz em dar a Shinobu seu próprio game, ou tê-la aparecendo em outro jogo, como uma personagem convidada em um título indie." Ainda sobre essa questão das empresas donas da franquia, SUDA falou cobre como isso afetaria a produção de um No More Heroes 4. Ele também comentou sobre suas ideias para uma nova sequência. "A Marvelous detém 90% da IP, então, se a Grasshopper será capaz ou não de fazer No More Heroes 4, depende da Marvelous. Se eu fizesse No More Heroes 4, provavelmente seria daqui a cerca de dez anos, tanto na vida real quanto no tempo do jogo. Um dos temais globais da série é uma espécie de tema [da série de filmes] Rocky. Muito da história de Travis reflete a de Rocky Balboa. Então se a Grasshopper fizesse um No More Heroes 4, então o que eu gostaria — não que vai definitivamente acontecer — é basicamente fazer com que a história refletisse a de Rocky IV, em que Rocky luta contra Drago. Em No More Heroes 4, Travis enfrentaria um super inimigo hardcore no Norte, que basicamente seria a versão de No More Heroes para Drago. Novamente, isso assumindo que a Grasshopper fizesse esse game." O desenvolvedor também falou sobre sua preferência aos controles de movimento e seu trabalho com diferentes artistas, como Darick Robertson, cocriador de The Boys que providenciou ilustrações para o jogo.

Confira a entrevista completa no vídeo abaixo:


Fonte: Nintendo Blast

1 visualização0 comentário