Advance Wars 1+2 Re-Boot Camp (Switch) é adiado devido aos conflitos na Ucrânia


A Nintendo acaba de anunciar o adiamento, por tempo indeterminado, do lançamento de Advance Wars 1+2: Re-Boot Camp, em face de "eventos mundiais recentes", em uma referência indireta, porém clara, ao conflito deflagrado entre Rússia e Ucrânia. O jogo, que estava com lançamento agendado para o dia 8 de abril, retrata conflitos bélicos entre nações vizinhas.


"Em face dos acontecimentos mundiais recentes, tomamos a decisão de adiar Advance Wars 1+2: Re-Boot Camp, que estava com o lançamento originalmente agendado para o dia 8 de abril no Nintendo Switch. Por favor, continue ligado para atualizações sobre uma nova data."

Embora a mensagem não deixe a referência explícita, o lançamento de um jogo com temática de guerra e conflitos armados entre países neste momento poderia ser interpretado como um ato de insensibilidade. O jogo é um remake dos dois primeiros títulos Advance Wars para GameBoy Advance que, por coincidência, inicia campanha do primeiro jogo com o país Blue Moon, inspirado na Rússia, invadindo um território vizinho.

Esse não é o primeiro adiamento de Advance Wars 1+2 Re-Boot Camp. O lançamento estava inicialmente previsto para 3 de dezembro de 2021, sendo postergado para o outono de 2022 para a equipe trabalhar em um maior refinamento do jogo. Durante o Nintendo Direct E3 2021 a data foi redefinida para 8 de abril e, com o mais recente adiamento, segue sem data definida.


Fonte: Nintendo Blast

2 visualizações0 comentário